fbpx
Home > Educacional > Você não pode perder essas 10 Dicas do cartão Sodexo pra fazer seu vale-refeição durar muito mais

Você não pode perder essas 10 Dicas do cartão Sodexo pra fazer seu vale-refeição durar muito mais

Muitas pessoas sentem dificuldades ao tentar esticar o vale-refeição após o dia 15. Com dicas básicas, você pode mudar isso.

Mais de um terço das pessoas (38%) não conseguem fazer o crédito do vale-refeição se estender por todo o mês, conforme o Serasa. O segredo não está no quanto vale o cartão, mas em como ele é aplicado.

1. Faça as contas

Saber o quanto está no cartão Sodexo e a quantidade média que pode ser gasta por dia é essencial. Isto aparecerá na declaração do vale de refeição do Clube Sodexo. Para consultá-lo, o cliente deve fazer o download do aplicativo e seguir o andamento detalhado da refeição beneficente.

2. O VR é uma parte do orçamento

Muitas pessoas encaram o crédito do cartão de refeição como sendo dinheiro extra, mas o valor do benefício deve ser adicionado ao orçamento mensal. É fundamental controlar e planejar o uso, da mesma maneira como é feito com o salário. Quanto mais organizado for, mais o vale-refeição irá render.

3. Fique atendo ao equilíbrio

É importante monitorar se ele está dentro do limite diário ou extrapolado. O aplicativo Sodexo possibilita fácil acesso aos extratos do cartão utilizando o telefone celular. A verificação do saldo dos cheques-almoço é muito fácil e rápida.

4. Procura por restaurantes mais baratos

Correr pela vizinhança fazendo comparação de preços pode ajudar a fazer com que o saldo do cartão se prolongue por mais tempo, de modo que o consumidor esteja ligado ao preço médio para comer em locais fora na região de trabalho. Uma dica: a Sodexo oferece a consulta aos restaurantes e lanchonetes mais próximos que aceitam o comprovante no local e no aplicativo.

5. Fique ligado com o prato de quilo

Os pratos nos restaurantes por quilo são grandes para que o consumidor consiga mais comida e gaste mais. Há também uma chance maior de desperdício de comida.

6. É melhor deixar a bebida de acompanhamento de lado

Se o refrigerante custar R$ 5 e existir uma média de R$ 25 por dia para gastar com o cartão vale refeição, o consumidor terá 20% menos para gastar com comida. Isto representa 5 dias a menos com o VR no final do mês.

7. Leve seus próprios petiscos

Todos adoram comer um doce depois do almoço ou um salgado no meio da tarde. Mas é muito importante saber que estes itens são muito mais caros na caixa da lanchonete. É mais econômico comprá-los antes no mercado e trazê-los de casa.

8. Comer entre as refeições

A lógica é simples: se a pessoa ficar várias horas sem comer, ao sair para almoçar, você estará faminto. E então você vai consumir mais do que o normal e gastar muito mais créditos VR. A dica é aproveitar o selo alimentar para comprar petiscos saudáveis no mercado e comê-los a cada duas ou três horas.

9. Tire proveito das ofertas

Vários restaurantes têm descontos ou pratos mais baratos em determinados dias da semana. É possível ficar por dentro destas ofertas com o Sodexo Club, um clube de vantagens com várias promoções e descontos exclusivos para usar o vale-refeição.

10. A lealdade vale a pena?

Diversos restaurantes normalmente recompensam seus clientes habituais com sobremesas ou refeições de graça, até mesmo para aqueles que pagam com vale-refeição. No entanto, antes de entrar em um desses programas, o consumidor precisa fazer as contas se realmente vale a pena, calculando quanto gastaria com o consumo e o valor da recompensa.

fonte: Sodexo foto: blogdavr/upbrasil